Negras marcas

By: Bruno Leal

Mar 13 2012

Etiquetas:, , ,

Categoria: Sem categoria

5 comentários

Aperture:f/2.8
Focal Length:5.35mm
ISO:125
Shutter:1/160 sec
Camera:DSC-W120

A doce ironia de como duas beatas, depois de largarem o seu vil negrume nas vias respiratórias de alguém, viram o acaso juntá-las, numa dança macabra, a uma mancha que escurece o alcatrão sobre o qual descansam deitadas.

É caso para dizer: do alcatrão vens, e ao alcatrão voltarás…

 

Anúncios

5 comments on “Negras marcas”

  1. Gosto quando és poeta através de uma coisa sem poesia nenhuma…

    • A poesia está sempre nas coisas, por mais insignificantes que pareçam. Depende da forma como as olhamos. 😉

  2. estou com a Diana…! Gostei mto Bruno 😀

  3. As cinzas são feitas para serem libertadas! Depois apagamos as manchas negras que deixam rasto.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: