A Colisão Cósmica

By: pauloastro

Jan 07 2012

Categoria: Sem categoria

Deixe um comentário

M51 - Galáxia do Redemoinho

Faz lembrar um redemoinho de água a correr pelo ralo abaixo depois de tomarmos um refrescante banho.  Também é conhecida por galáxia M51, ou objeto número 51 do catálogo de objetos celestes do senhor Charles Messier, um antigo astrónomo francês do séc. XVIII.

Mas este redemoinho não está sozinho…

Saindo pela parte de cima, por um dos braços do Redemoinho está um amontoado gasoso que mais parece um olho a observar-nos, que nos tenta dizer que afinal quem está a ser visto não é ele mas sim… eu, fixando-me hipnoticamente na tentativa de me seduzir. E bem vistas as coisas até conseguiu.

Para a maioria dos mortais esta foto é uma confusão. São apenas manchas, algo nebulosas, um espirro de alguém constipado que deitou mais do que apenas uma humidadezinha pelo nariz e acabou por deixar escapar um abundante caudal de ranho viscoso. E com toda a razão, esta imagem não é fácil de se ler, de se perceber do que se trata.  E por tamanha dificuldade de interpretação é que se justifica que os astrónomos se deixem ficar tantas horas a olhar para o céu, a contemplar as coisas Celestes que por lá parecem existir. Claro que ao fim de tanto olhar acontece como quando se olha muito para uma nuvem branca que está a passar num céu azul num dia cheio de sol: começamos a imaginar todo o tipo de formas conhecidas, girafas, o rosto do primeiro ministro com uma suástica na testa, elefantes com asas, e um cem número de férteis criaturas oníricas.  Os sonhos molhados aqui também contam como criatividade…

Mas retomando o assunto, já vimos onde está o redemoinho na imagem, claro como a água, por cima dele identificamos um olho sem pestanas e já deu para se perceber que ambos são objetos distintos, que ambos são galáxias diferentes. Se clicarmos na imagem algumas vezes até que esta fique em tamanho original é possível ver aparecer a vermelho o nome de alguns dos objetos celestes presentes na imagem. Todos eles nomes pouco recomendáveis para por no nosso filho ou sobrinho, ou mesmo no gato lá de casa.

Mas e afinal o que contem a imagem?

Este maravilhoso par de galáxias não está ali para namorar e casarem e viverem felizes para sempre. Estão ali para se interpenetrarem uma na outra, estão ali em rota de colisão, estão ali para se auto-destruirem. Aquelas duas galáxias vão chocar de frente e a confusão vai ser tanta e durante tantos milhares de anos, que o mais provável é os seres humanos desaparecerem da superfície da Terra e as galáxias ainda mal se tenham juntado na nuvem caótica que ficará depois do embate.

Para quem pensa que no universo nunca acontece nada, os astrónomos estão aí para nos atirar à cara o contrário, que acontece muita coisa mas só que é a uma velocidade tão lenta, tão devagar devagarinho que um caracol ao pé destas galáxias parece um avião hiper-sónico…

E pronto, foi esta a imagem que eu tirei com a MINHA maquina fotográfica no MEU telescópio e que queria partilhar aqui com esta malta fixe…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: